sábado, 14 de janeiro de 2012

Linha reta ou rotunda?



"A vida pode ser uma linha reta se nunca saires da tua zona de conforto e uma estrada de um só sentido se não quiseres ter como voltar atrás. Pode, mas então e o risco que encontras nas curvas da paixão? 
E o mistério de uma rotunda?
E as borboletas na barriga das contracurvas de uma serra? 
E a importância de inverter o sentido da marcha para regressar ao passado, aceitar o sucedido, e perdoar? 
E dar um passo atrás para depois dar dois em frente? 
A vida é para ser vivida com emoção e a emoção, por vezes, traz dor sim, mas é, também, ela a responsável por dar sentido à tua existência. 
A felicidade não é sempre em frente, é uma busca, e para a encontrar temos, muitas vezes, de nos perder, pois ela está escondida na nossa coragem."


Autor desconhecido

6 comentários:

GANDALF disse...

Que não seja mesmo uma linha recta,pois só assim fará sentido muito do que passamos.

beijos Bruxa linda ;o)

Zabour disse...

Espero que não, amigo...espero bem que não...

Beijos

Kim disse...

Oi miúda! Pensei que te tinhas perdido!
Eu sei bem que, souvent, temos vontade de parar. Ou porque enveredámos por novos caminhos, ou porque descontrair o espírito é preciso.
Esta coisa do blogue, só é gira se isso não for uma obrigação. Começamos e acabamos quando nos apetecer, sem ter de dar explicações.
Às vezes - o amor também se mete pelo meio e altera-nos os hábitos.
Onde está a tua alegria de viver e fotografar?
Beijinho para ti

Zabour disse...

Olá,Kim :O)

Sim, de fato tenho andado desaparecida, estou a tirar mestrado e isso ocupa-me imenso tempo, para além disso tenho os meus 19 "filhotes" que me dão imenso que fazer.
E confesso que a vontade de aqui vir e escrever alguma coisa traz-me à memória momentos menos bons onde o blog era o meu refúgio...enfim!
Mas a vontade de viver e viajar continua...um novo amor, novos sonhos, uma nova vida...novos destinos!
O ano passado fui a Cabo Verde e amei, foi uma experiência muito boa, este ano se a troika permitir vou voltar ou então irei a S. Tomé.
África encanta-me, não por ser o meu continente natal, mas porque tem uma envolvencia que me fascina, apesar de tanta variedade.
Prometo voltar, não sei bem quando, é como dizes "só é giro se não for por obrigação".

Beijinhos :O)

Kim disse...

Olá amiguita!
Fui-te acompanhando ao longo do teu desespero, das tuas tristezas, das traições sofridas. E sei também que, às vezes - é preciso cairmos para nos levantarmos.
Não tenhas nunca medo do futuro e olha sempre em frente. O que passou, passou! Vai em frente e não olhes para trás.
Os teus "filhotes" são e serão sempre a tua alegria, até que um dia tenhas um filhote a sério.
Viajar é das melhores coisas do mundo.
Eu já estive em 52 países e aí comecei efectivamente a aprender.
Também já estive em Cabo Verde, já S. Tomé não conheço.
Sê feliz!
Beijinho

GANDALF disse...

BRUXA,UM MIMO LA NO MEU "TASQUINHO",LOOOL

BEIJOS GRANDES ;O)