quarta-feira, 25 de março de 2015

Quase 2 anos depois, eis-me aqui de volta...
Tanta coisa aconteceu neste tempo, nem seria capaz de colocar em palavras as emoções que senti, os momentos que vivi nestes mais de 700 dias que já passaram desde que escrevi a última vez.
Apaixonei-me por um poeta...um poeta temperamental e ciumento mas sem o qual não consigo viver. Um poeta que tem medo de ser feliz e que foge da felicidade como o diabo da cruz. Um poeta que prefere sofrer o que não deveria, que prefere ver os defeitos em vez das virtudes...
Um poeta com o qual quero escrever a poesia da minha vida para que de uma vez por todas ela pareça mais bonita e cheia de amor.
Apaixonei-me por um poeta e ele não quer ver em mim a sua musa inspiradora...apaixonei-me por um poeta que me ama, mas que prefere dizer que não, e mentir dizendo que ama outra pessoa, ao invés de se deitar a meu lado e construir todos os sonhos juntos.
Apaixonei-me por um poeta...e agora? 

2 comentários:

GANDALF disse...

Bem vinda de volta,é bom ver-te de novo querida amiga.
Sou ciumento,não vou comentar esse amor,loooool,só quero que sejas feliz e isso é o mais importante ;)

Beijinhos meus

Paula Moita disse...

Obrigada, meu querido! Eu sei que queres que seja feliz e por isso aceito os teus ciúmes que sei que são bem intencionados. Beijinhos 😊