sábado, 29 de agosto de 2009

O enterro


Ontem enterrei alguém que em tempos me foi muito querido e especial.
Não foi um enterro com caixão, nem velas, nem sentimentos a toda a hora. Foi mais um enterro dentro do meu coração.
Ontem, como puderam constatar, foi um dia muito feliz para mim. Quando soube que havia ficado colocada na Figueira, a realização de um sonho antigo, fiquei louca de alegria.Comuniquei a todas as pessoas que me eram queridas, entre elas o meu ex-namorado:
"Pessoal, fiquei na Figueira, beijinhos".
Esta relação durou cerca de oito anos, mas o amor acabou e ficou uma bela amizade, por isso senti que lhe devia dizer também onde havia ficado.
À noite recebi um telefonema dele, já não me ligava há algum tempo:
.
Eu- Enganaste-te no número?;O)
Ele-Não, era mesmo contigo que queria falar.
Evita mandar-me mais mensagens porque a minha namorada, aliás esposa, viu e não gostou.
Eu- Ok, fica descansado.
.
Desliguei a chamada.
.
Nesse momento foi como se me tivesse caído o mundo em cima, uma pessoa por quem eu havia feito tanto ao longo de 8 anos, que respeitei, a quem acolhi dentro da minha casa, dizer-me uma coisa daquelas por algo tão inocente. Chorei copiosamente toda a noite, senti-me tão injustiçada. Não merecia aquilo, não naquele dia que me tinha sido tão especial, não em dia nenhum da minha vida.
Contei à minha mãe, mas ela para variar, deitou-me ainda mais para baixo:
.
-Porque eu já sabia que ia ser assim...e ajudaste-o tanto...blá, blá, blá...
.
Parece que não posso ter um momento de felicidade plena.
.
Ontem enterrei alguém que já foi especial na minha vida...ontem enterrei um parte da minha vida...

16 comentários:

Linda disse...

Querida Zabour, vai ser desta que vamos comer um gelado ao Emanha:)
Fiquei feliz por ti acredita, ficas na tua terra o que é muito bom!

Agora o Ex... é isso mesmo é Ex... e mais nada! Não chores por quem não merece! Tá casado o coitado e não sabe separar as coisas, e o palerma deixa que mandem nas amizades dele, começa bem para terminar mal!

Beijocas e começa com o pé direito!

ianita disse...

Manda-o lixar :)

Quanto aos papás... eu conto muito pouco aos meus. O que não sabem não os fere. ALiás, não me fere a mim! Eles não fazem por mal, mas muitas vezes em vez de ajudarem... tento pensar que os meus pais são meus pais e não meus amigos.

Eu sei que dói e custa... porque enterrá-lo implica enterrar uma parte de ti. Força!

Beijos!

Zabour disse...

Linda:
É só dizeres a hora e o dia e estarei lá para comer o gelado na tua preciosa companhia.

Pois é, é mesmo coisa de Ex, mas acho que o problema é meu por insistir em ficar amiga das pessoas com quem mantive uma relação mais estreita, acho k talvez isto me sirva de lição, duvido, mas talvez sirva de algo.

Beijinhos, querida

Zabour disse...

ianita:
Eu também não conto tudo aos meus pais, como é óbvio.Mas ontem estava em tamanho estado de choque que não consegui esconder as lágrimas e a minha mãe viu e eu não consigo mentir.

Eu acho que nestes momentos ter um amigo por perto teria sido uma grande ajuda, mas estava sozinha e foi com ela que desabafei.

Sim, tens razão, o que custa mais é que vou tb enterrar uma parte da minha vida, que até foi muito boa, mas enfim...

Sometimes shit happens :O(

Beijinhos

Sayuri disse...

Os momentos de felicidade plena são geridos por nós próprios. Reduz o rapazinho à sua insignificancia presente e aproveita todo o bem estar que tens sentido pela colocação «em casa».

Zabour disse...

Sayuri:
Sim, vou fazer isso, neste momento é o k interessa mais. Tenho que aprender a dar menos importância a certas coisas. Tenho k me tornar mais fria para poder sobreviver :O(

Beijinhos

SRRAJ disse...

Enterra e esquece. Não merece as tuas lágrimas.
Beijo

Zabour disse...

Anónimo:
Opá, já tou farta de ti, vai lá fazer publicidade para outro lado, irra...

Zabour disse...

SRRAJ:
Sabes, tenho o defeito de me ligar demasiado às pessoas, mas tenho mesmo que mudar de atitude.

Beijinhos

Gilmara S. disse...

Oi. Sei exatamente como não é facil esquecer..afinal são 8 anos..e o q leva tempo o tempo não leva, nao é mesmo?! E vamos nessa, seguindo em frente! Abraços!

Zabour disse...

Gilmara:
É isso aí, pensamos que somos importantes para alguém e depois descobrimos que já somos página virada há muito tempo.
Dói um pouco, mas a ferida sara.

Beijinhos

Anjo De Cor disse...

Oh amiga fico muito contente que tenhas ficado na Figueira ;)
Quanto ao enterro acho que já o deverias ter feito há muito tempo, custa mas geralmente é a opção mais acertada, eu não trago amizades de ex-namorados tão todos enterrados ;)
Bjs* e esquece o gajo...

Zabour disse...

Anjo:
Infelizmente eu ainda não consegui perceber como é que duas pessoas que um dia foram tão intimas, de repente se passam a tratar-se como estranhos. não consigo ser assim...mas prometo k vou tentar ser, depois disto :O(

Beijinhos, amiga

Eu Mesma! disse...

E hoje começa algo... começa algo bom.. algo que mereces, algo pelo qual lutaste...

a tua colocação... não deixes que nada nem ninguem me tire essa felicidade...

:)

Zabour disse...

Eu mesma:
Sim, já passou, mas no momento doeu muito.
Agora vou conentrar todas as minhas forças nesta nova etapa da minha vida.

Beijinhos

Chocolate disse...

Minha querida!!!!

Ele não merece mesmo nada... simplesmente não sabe o valor da amizade, das recordações, e de estimar aqueles que um dia o amaram mas que ainda nutrem algum laço especial por ele como por exemplo a amizade.

Mas quem não merece não merece e portanto como tu própria dizes concentra-te no que realmente interessa, naqueles que realmente que querem bem e te merecem, que te estimam e em ti!!!

às vezes precisamos de ser um bocadinho egoístas!

Bjs grandes e estou muito feliz pela tua colocação!