terça-feira, 26 de agosto de 2008

Europa Central, parte III e IV-Áustria, o Império do Xico Zé e Rep. Checa, o Império dos Gitanos

Viena
Chegámos a Viena já pela hora de jantar. A primeira impressão é que se trata de uma cidade suja sem nada de especial para ver.Ficamos um pouco desiludidos. À noite decidimos ir dar uma volta. Para quem não sabe, quem quer ir para a borga até às tantas, estes países não são exactamente a melhor escolha, porque a maioria dos lugares de interesse encerram às 10 horas, o que para nós parece um pouco cedo...não acham?


Schonbrunn (Palácio de Bela Fonte) cabanita de Verão da Imperatriz Mª Teresa e mais tarde do Xico Zé e da Sissi. Há quem viva aqui nuns apartamentos que ficam de lado, pela módica quantia de 250 euros( o problema das rendas hereditárias)

Começamos a caminhar pela rua do Hotel, virámos à direita e depois de andarmos durante 15 minutos chegámos à conclusão que o melhor mesmo seria voltar para trás. Numa das montras daquela rua escura dizia :"Man for man". A malta fartou-se de rir, os meninos que nos acompanhavam é que não acharam muita piada.
No dia seguinte, conhecemos o nosso guia local, o Pablo, um uruguaio muito simpático, filho de uma pintora reformada. Foi ele que nos mostrou as cabanitas da Sissi e do Xico Zé, com os seus pequenitos jardins de algumas centenas de hectares. Coisa pouca...


Jardins do Palácio de Schonbrunn

À noite, um magnífico concerto de música clássica, num dos palácios característicos de Viena: Mozart...Strauss...Bach...tudo isto acompanhado de dois cantores de ópera e dois bailarinos fantásticos, foi uma noite memorável.


Belvedere, cabanita de Verão do Príncipe Eugênio de Savoya

No dia seguinte, mais umas voltas por Viena, os Palácios, a Escola de Equitação Espanhola, a Ópera... desta vez vimos tudo com um olhar bem diferente daquele da primeira vez. Viena é de facto uma senhora...som S maiúsculo...



Hundertwasser-Haus "A criatividade humana deve ser estimulada especialmente pelo lugar em que vive, ao invés de sufocada pela monotonia"

À tardinha, uma surpresa, uma voltinha na Roda Gigante da Feira Popular de Prater, aquela que aparece muitas vezes na série "Rex; o Cão Polícia", um brinquedozito com 65m de altura e que eu com as minhas vertigens bem que tinha dispensado, mas a maioria vence e lá fui eu...a tremer...sem respirar...


Vista panorâmica sobre Viena, a partir da Roda Gigante da Feira Popular de Prater

O jantar, foi o melhor da nossa passagem por Viena. Em Grinzing, uma pequena aldeia típica de vinicultores, fizemos a festa bem à moda austríaca, mas com a alegria que só a malta portuguesa sabe transmitir, é claro que o vinho verde ajudou, e muito... de certeza que tão depressa não se vão esquecer da malta por aquelas bandas.
No dia seguinte, Melk, e o seu magnífico convento, que serve também como colégio particular para meninos ricos. A seguir ao almoço, viagem para Praga, uma da mais lindas cidades da Europa central.

Praga

Se alguma vez forem a Praga, fiquem a a saber que é uma cidade onde a maioria das pessoas descendem de etnia cigana. Apesar de não ter nada contra esta etnia, as histórias que se contam sobre eles não abonam em nada a sua imagem. Se por ventura viajarem com um guia, ele de certo vos dirá: "Atenção às carteiras, há muitos ciganos carteiristas em Praga!"



Rua do Ouro, 22 ou por outras palavras a casa de Franz Kafka

Porquê, perguntam talvez!E atenção que como já disse não tenho nada contra os ciganos, até já tive alunos dessa etnia e ainda hoje mantenho uma óptima relação com eles. Os ciganos, caso não saibam, vieram da Ásia. São um povo muito alegre, foram eles que introduziram o violino nas lides musicais. No entanto, sempre foram um povo perseguido e por vezes não fizeram as melhores opções. Aqui há tempos, o governo de um país americano, disse para quem queria ouvir, que estava preparado para receber pessoas de outros países e que lhes oferecia um conjunto enorme de benesses. Os ciganos checos venderam as suas casas, carros...para pagarem a viagem até esse dito país. Qual não foi a sua surpresa quando ao chegarem ao aeroporto a entrada lhes foi barrada e foram todos recambiados para o seu país de origem. Sem casa e sem meio de subsistência, começaram a vaguear pelas ruas e ao invés de trabalhar preferiram passar as suas vidas a roubar e a estorquir...Apesar disso, o governo checo ainda tentou ajudá-los, mas os maus hábitos estavam já demasiado enraízados. De quem é a culpa???Fica à vossa consideração!


Igreja de N.S. diante de Tyn

A República Checa é um país lindo, a sua capital Praga, um cantinho do céu. No entanto, apesar de já fazer parte da união europeia ainda precisa de uma grande injecção de capital, mais que não seja para restaurar os seus belos monumentos. Um conselho, se por ventura alguma vez pensarem em fazer este tipo de circuito, comecem por Praga. Porquê? Porque depois de ver Budapeste, nem Viena nem Praga vos vai parecer tão bonito.

De salientar que para quem é católico e gosta de ver os ícones religiosos, a Igreja de Stª Maria da Victória, onde se encontra a imagem do Menino Jesus de Praga, foi uma autêntica desilusão, isto comparando claro com as outras que se podem encontrar em Praga. Mas a fé é o que conta, certo?


Relógio Astronómico da Câmara Municipal

Para quem gosta de cristais aconselho uma visita a Karlovy Vary, uma cidade termal a duas horas de Praga, onde podem visitar a fábrica de Cristais da Boémia ,"Moser" , e onde podem gastar também algumas coroas nuns belos brilhantes Swarovski. Nem vos digo quanto gastei por aquelas bandas...; )

Termina assim o relato da minha viagem a estes 4 países da Europa Central, mas melhor que a leitura, espero ter-vos aguçado o apetite. Para o ano Croácia...ou qui ça Grécia...ou outro qualquer...

23 comentários:

Rocket disse...

então praga é uma quinta da fonte com uma bela arquitectura...

: )

bjos

Zabour disse...

Rocket:
É mais ou menos isso,eh,eh,eh...
;)

Bjokas

Ovinho Estrelado disse...

A culpa é da PRAGA da p+reguiça e da PRAGA que é estar fartinha de ouvir que os maus vícios se instalam sempre de forma mais enraizada do que os bons.

Ai... Nervos, muitos nervos!! Cala-te, Ovo! :D

Minha linda, pois adorei mais este diário de bordo partilhado!

Obrigadíssima! :)

Feliz fim-de-semana!
Beijo enorme!

*

pieces of me (Luna) disse...

fikei a pensar como é k o pessoal vai pa noite pra esses lados...... 22h é a hora em k me começo a preparar para sair ^=)

Zabour disse...

Ovinho:
Os mais vícios são masi fáceis de adquirir que os bons, dão menos trabalho...e preguiça, como tu dizes há muita.
Bjokas

Zabour disse...

Luna:
Bem aparecida, linda! Entãi já estudaste tudo?
Pois para nós tb nos pareceu estranho, mas são filosofias de vida diferentes das nossas.

Bjokas

D.Antónia Ferreirinha disse...

Pronto, pró ano vou contigo, rsrsrsrs.
Beijinhos, muitos.

Zabour disse...

D.Antónia:
Olha que vou cobrar...
És muito bem vinda!

Bjokas

Sorrisos em Alta disse...

Como é que achas que me aguçavas o apetite com um país que fecha às 10h???
;o)

Beijoca a sorrir

Zabour disse...

Sorrisos:
Sempre há as casinhas "Man 4 man", "Girl 4 girl" e "Girl 4 the boys" para passar bem a noite,eh,eh,eh...;P

Bjs

Sorrisos em Alta disse...

E eu lá sou de me meter em casinhas dessas????
;o)

Zabour disse...

Sorrisos:
Tb há as casinhas da Rua do Ouro onde se diz k foi inventado o elixir da Felicidade!Só não percebo pk é k o Kafka lá tinha uma casita e escrevia aqueles livros intragáveis...Seria a felicidade assim um sentimento tão mau???Quando me lembro da "Metamorfose", bah...

:D
Bjokas

Safira disse...

ó mulher, tu decide-te...eu já a ver se aprendo o básico servo croata e agora sais-te com a Grécia? ;)

Esta viagem que fizeste é bem gira. Também vai para o rol, claro...
E os cavalinhos, que tal? Acho que é aí que é criada a raça lippizzaner (olha a ortografia, que não sei se está correcta, brancos como a neve. Foi estes que foram ver?

Quanto à roda...tadinha,amiga, eu cá também ficava aflita. Tenho sempre medo que aquilo saia disparado...:)
Beijocas

A Grafonola disse...

Minina mais viajada!!!! sortuuuuuudaaaaaaa! BOA!

ps - não estava a dizer ou a referir qualquer comentário teu, nem me passou isso pela cabeça por um minuto, a referencia era totalmente para a tal colega.

Zabour disse...

Safira:
E se for Grécia, não vais?Olha k eu rapto-te!
Sim, foram esses cavalinhos, os lip...mas a maioria estavam de férias no campo, já viste cavalos com direito a férias?Sabes o k lhe chamam na Áustria? Cavalos Michael Jackson, pk nascem pretos e à medida que vão crescendo ficam branquinhos...eh,eh,eh,as coisas que a malta aprende...

Bjokas

Zabour disse...

Grafonola:
Eu sei, eu percebi, mas era uma forma indirecta de responder à outra.É k pessoas assim não merecem confiança...

BEIJOS GRANDEEEEEESSSSSSSS....

Safira disse...

Claro que vou! Eu adoraria ir à Grécia. Também está nos planos.

Ahá, os cavalos Michael Jackson é muito bom!!! Mas pronto, os animais pelo menos têm narizes decentes. :)

Queria aproveitar, e desculpa ser aqui, mas já que falam disso, e para não alimentar mais celeumas, para te dar um grande beijo, a ti e à Vani, por tentarem lutar contra o furacão louco que se instalou lá no gatil. Fiquei sensibilizada, meninas.

Zabour disse...

Safira:
De nada, mas já sabes que vais ter k pagar tudo com juros de mora,eh,eh,eh...
Os amigos são para isso, caso contrário para que servem???

Bjokas

kika disse...

Esse vosso guia uruguaio era um rapazito alto, assim para o magrinho, de cabelo muito curtinho? Com uma voz assim tipo, "eu sou o conde de contarrrrrrr"?

Zabour disse...

Kika:
Exacto! Chamado Pablo!Não me digas que o conheces?
Ena! O mundo é msm muito pequeno!
Bem vinda ao meu cantinho!

Bjokas

kika disse...

Digamos que "infiltrei-me" numa visita guiada quando lá estive esta Páscoa. Como se percebia muito bem o que ele dizia deixei-me ficar, enquanto o resto do pessoal andava a ver o resto das coisas. Graças a ele fiquei a saber uns pormenores fixes sobre a Sisse e o Xico Zé.
Sim, tb sou prof, e amiga de uma grande amiga tua. Beijocas

Zabour disse...

Kika:
Hum...por acaso essa amiga não é de Setúbal e não tem uma menina linda mas um verdadeiro diabrete???
E Amsterdão, tb vais?Ainda não decidi pk acho k vão só casalinhos, não me apetece segurar na vela,eh,eh,eh...

kika disse...

Por acaso é. Em princípio lá estarei também, mas olha que há mais pessoas sem estar "acasaladas". Além disso o pessoal mistura-se. Ela já te deve ter dado umas luzes de como é.