sábado, 9 de agosto de 2008

Memórias de uma viagem...Tunísia


Agora já refeita da viagem e das emoções vividas, acho que já estou preparada para falar da minha viagem à Tunísia que revelou ser a mais bela de todas as que já fiz até hoje.
Desde que lá tinha estado, no ano passado, que senti que me tinha faltado olhar de frente para o coração daquele país tão encantador.
Já desde Dezembro que andava a desafiar-me a mim própria, era um chamamento que ouvia já há algum tempo...
Quando recebi o bilhete em casa, pensei :"É agora, não há volta a dar!"A minha mãe disse que era doida, ir para outro continente sozinha, mas era algo que tinha que fazer...
1º dia
Cheguei já tarde a Tunis. Conheci o meu grupo de viagem, éramos 12, 4 casais, um pai e um filho, eu e outra menina que tal como eu sentiu uma vontade enorme de fazer o circuito Sahariano 4x4, a minha grande amiga S.
Quando liguei para casa, disse à minha mãe:"Olha, não sou a única maluca. Tá cá outra doida como eu, sozinha, já tenho companhia!!"
Nem dormi bem nessa noite, parecia que tinha bebido 100 cafés, estava eléctrica com a excitação de tudo o que me esperava. Desta vez ia ser tudo muito diferente...


Tunis by night

2º Dia
Saímos do hotel bem cedo, eu e a S, estavamos em pulgas para dar uma volta pela cidade de Tunis. É uma cidade encantadora, segura... e para duas gazelas , nome que dão às raparigas solteiras, era o início de uma grande aventura. Quando chegámos ao Hotel o nosso guia, o belo Amen, já estava à nossa espera. O nosso circuito iniciou-se com uma visita ao Museu do Bardo, famoso pela sua colecção de azulejos. De seguida partimos para a linda vila de Sidi Bou Said (Santo Said), conhecida pela sua magnífica vista sobre a baía de Cartago, as suas casas azuis e brancas e o "Café dês Nattes".Estavamos encantados com tudo o que estavamos a ver. Até eu, que tinha visto tudo aquilo há pouco menos de um ano, respirava com entusiasmo aquele ar místico que caracteriza a Tunísia.À tarde, as Ruínas de Cartago e a visita à Medina de Tunis, onde nos perdemos com os cheiros, com as cores e com umas belas gargalhadas com as nossas tentativas de regateio. Para descansar, um belo chá de menta numa bela esplanada perto da Porta do Mar.


Baía de Cartago


3º dia

Neste dia iniciou-se a verdadeira aventura, o circuito feito num4x4. Conhecemos os nosso motorista, o bem humorado Ali. Partimos em direcção a Kairouan. Esta linda cidade tem para os tunisinos o mesmo significado que Fátima para os portugueses, portugueses católicos bem se vê. No ano passado o dia em que visitei Kairouan, era dia de circuncisões...o calor...os cheiros...os gritos e choros das crianças a serem circuncisadas quase nos fez desmaiar. Este ano eramos só nós, tudo pode ser apreciado com mais calma e tranquilidade. Após a visita à mesquita pequena, seguimos para a mesquita grande.


Grande mesquita

À tarde, as ruínas de Sbeitla, conhecida como a cidade de ouro da África romana bizantina, um belo exemplo da presença dos romanos em território do norte de África.

4º dia

Este dia foi muito intenso. De manhã visitámos a Pequena e a Grande cascata. Nada comparado com as cataratas do Niagára, mas tendo em conta que estamos pertinho do deserto...Depois uma volta de carroça pelo oásis de montanha, comer umas tâmaras, fumar um cachimbo, beber sumo de palmeira que equivale a um viagra...pois, eh,eh...à tarde ninguém saiu do quarto do hotel...

Pelas cinco horas um passeio em 4x4 nas dunas do deserto, visitámos um cenário deixado pelo cineasta George Lucas para um dos seus filmes de Star Wars...Fantabulástico, diria eu...Por aquelas zonas só se vêem jipes todo o terreno...outros aventureiros como nós...

Ao anoitecer, uma festa típica "Noite Balloum", onde fomos presenteados por uma série de danças e rituais próprios da região de Touzeur onde nos encontrávamos...A parte das cobras e dos escorpiões é que eu sinceramente dispensava....

5º dia

Para mim este foi o dia mais marcante. O dia em que dormimos no coração do deserto. Começamos com a travessia do lago salgado "Chot El Djerid", onde comprámos umas quantas rosas do deserto, pedras típicas da região que derivam da calcificação do sal. Rumámos em direcção a Douz. À tarde chegámos ao nosso acampamento Pansea, onde ficámos alojados numas enormes tendas semelhantes às utilizadas pelos beduínos nómadas, mas com ar condicionado, wc privativo...um espectáculo...


Mas mais espectacular foi poder andar de camelo e desfrutar de um magnífico pôr do sol...O deserto tem destas coisas...Entra-nos na pele, devagarinho...e quando damos por isso estamos completamente enfeitiçados...apaixonados...emocionados com tanta beleza...o Homem e a natureza em plena harmonia...



6º dia

Dirigimo-nos bem cedo para Ksar Heddada, antigo castelo do deserto de origem berbere, ksar significa castelo. Depois, em Tattouine podemos visitar mais um dos cenários deixados por George Lucas na saga "Star Wars- A ameaça fantasma". Este local vai ser transformado num hotel, espero lá dormir um dia... é um sitio espectacular.De seguida visitámos uma casa troglodita, escavada na rocha.


Futuro Hotel Ksar Heddada

Após o almoço, fomos para Sfax, onde à noite, explorando a cidade, fomos visitar uma feira de artesanato.

7º dia

Neste dia, talvez o mais quente de todos, dirigimo-nos para El-Jem, onde visitámos o coliseu romano, uma réplica idêntica ao de Roma, mandada edificar pelos romanos aquando da sua invasão ao país.


Depois uma curta paragem em Port el Kantaoui. Ao longo da costa oriental, já em viagem de regresso para Tunis, podemos observar como se trata de um país de contrastes. O norte industrializado e mais evoluído, o sul mais rústico, mais pobre, mas mais rico em novas experiências para um grupo de aventureiros como nós e como todos os que visitam este lindo país. Tivemos ainda oportunidade de fazer uma visita a Sousse, outro lugar muito procurado pelos turistas devido às suas belas praias de areia branca e águas mornas quase sem corrente.

8º dia

Já de regresso a Tunis, acordei de uma noite mal dormida com o barulho dos carros e da polícia que apita toda a noite. O ar condicionado avariado e um calor no quarto insuportável. Foi o pior dia de todos, ainda bem...era o último...
Tivemos ainda tempo para dar um passeio pela Medina, fazer umas últimas compras. O vôo era às 16 horas e às 14 tinhamos que estar no aeroporto.

Senti-me muito triste nessa manhã. Para ser sincera não tinha vontade nenhuma de sair dali, por vários motivos que agora não interessam. A S para me animar ainda me disse: "Deixa lá, voltas na Páscoa!", mas até lá ainda faltam seis meses. Isso não é demasiado tempo para se ficar sem coração? É que o meu ficou lá, junto daquele cheiro a jasmim, das especiarias...onde o sol encontra a terra e espera por nós para o abraçarmos...

Tunis by day

Para a semana volto a partir...Praga, Viena, Budapeste e Bratislava. Vai ser diferente, bonito, mas não tão divertido nem emocionante como andar de camelo com um magnífico pôr do sol no horizonte. Não vou ter comigo a minha bela amiga S , nem a São nem o Manolo... muito menos o meu querido motorista Ali, nem o meu belo Amem....Vou levá-los sim, dentro do meu coração e esperar que um dia nos possamos reencontrar de novo. Até lá...

Salam Aleikum! Marhaba, habibi!!!

Que é como quem diz:"Adeus! Que Deus fique connvosco, meus queridos"

Nota de autor: As fotos foram cedidas pela minha amiga S, ela tem um jeitão enorme para fotografar e eu elegi-a como minha fotógrafa de serviço. Obrigada, linda!Gosto muito de ti!!!!

15 comentários:

Gata Verde disse...

Foi bom recordar uma viagem que adorei e que me marcou!
Este país tem algo mágico que não se explica...VIVE-SE!!

beijocas

Zabour disse...

Gata:
Podes crer, eu já lá fui duas vezes e espero poder voltar em breve. De todos os países que já visitei, este foi sem dúvida o que mais me marcou, pelas pessoas, pelas amizades, pelos cheiros, pelos momentos, pelos afectos...

Beijinho grande

Rocket disse...

olhaí, habibi, a "outra maluca" era a miauuuu? huuum...estou a ver...


beijo

D.Antónia Ferreirinha disse...

ó Rocket, era pois.
Não vês que ficaram as duas apaixonadas pelo deserto?
Rsrsrs.
Olha minha querida ainda bem que tens excelentes recordações.
Beijinho.

Zabour disse...

Rocket:
Dah!!!!Quem mais puderia ser????
Homens,eh,eh,eh...

Bjokas

D.Antónia:
Estes homens às vezes só mesmo com um desenho...e dos grandes...

Beijinhos

D.Antónia Ferreirinha disse...

Zabour, não creio que o Rocket seja daqueles homens que necessitem de desenho, rsrsrsrs.
Olha lá mulher tu ainda não tinhas percebido que eu pertenço à classe docente deste país?
Aguarda o próximo post e não ficarás com dúvidas algumas.
Beijinho.

Zabour disse...

D.Antónia:
Sabes, tenho andado um bocadinho distraída, são as férias, desligo o botão e depois o gajo não quer arrancar quando é preciso.
Eu sei k o Rocket não precisa de desenhos, eu até acho k ele vê para além deles,capacidade que nem todos têm...infelizmente...
Ouviste, Rocketzinho, és um iluminado...

Bjs aos dois...

ka disse...

Eu estava a reconhecer a descrição e de repente fez-se-me luz....lol claro só podias ser companheira de viagem da S...hehe

Cada vez tenho mais curiosidade em conhecer a Tunísia pelas descrições que me contam ou leio!

Beijinhos e uma excelente semana

Zabour disse...

Ka:
Pois sou...Foi o início de uma bela amizade...Espero que seja para sempre...

Beijinhos grandes

Sorrisos em Alta disse...

É incrível a quantidade de espiões e agentes secretos que tenho conhecido na net.

Nenhum tem nome próprio, usam só o código de uma letra para se identificarem....

Beijinhos para ti, z, e para a tua amiga s
;o)))

Zabour disse...

Sorrisos:
Sabes é a minha vida dupla como agente secreto, não posso revelar identidades ou teria que desatar aos tiros,eh,eh,eh...

Beijinhos secretos

Sorrisos em Alta disse...

Moras na Quinta da Fonte???
;o)))

Beijos a descoberto

Zabour disse...

Sorrisos:
Não, vivo noutra quinta com vizinhos k por vezes conseguem ser bem piores...Vivo nos arredores da Figueira da Foz...

Muitos sorrisos

Sorrisos em Alta disse...

Xi..... coitada!!!!!
;o))))

Zabour disse...

Sorrisos:
És terrivel...

Sorrisos enormes :D