sexta-feira, 6 de março de 2009

Amor com data marcada.Parte IV, NeverEnding Story


A semana passou a correr. O penúltimo dia foi um mar de confusão, mal-entendidos no grupo, chatices no Hotel...
Os dois amantes não se despediram como gostariam.
Ele precisou pernoitar em casa para resolver uns problemas...ela ficou sozinha no hotel...
Chorou toda a noite, sentiu os milésimos de segundos passarem por ela como se de um século se tratasse.
Ficou a promessa de um adeus no dia seguinte, mas ela sentiu que aquele tinha sido o último adeus...
Na manhã seguinte, bem cedo, saiu para respirar, não aguentava mais ficar fechada entre 4 paredes. Entrou numa igreja católica, a única de Tunis. Ao sentir a imensidão daquele espaço sentiu que todas as suas forças lhe falhavam e por pouco não caiu no chão.

Apenas se sentiu reconfortada pelo olhar daquele Deus que lhe parecia tão longínquo...
Ele não veio despedir-se dela, não conseguiu...
Ela respeitou, embora com o coração a sangrar...
Passaram-se meses...
Ela nunca o esquecera...ele a ela também não...
No entanto, era difícil manter uma relação à distância, 3000kms de incertezas, de culturas diferentes, religiões opostas, de hábitos e costumes tão contrastantes...
"Vou passar dois meses a Portugal, quero ficar contigo!"
Esta foi a notícia mais especial que ela recebeu em toda a sua vida.
As semanas que se seguiram foram de ansiedade...já não se viam há quase meio ano...As saudades eram imensas, mas as dúvidas também. Ela interrogava-se se ele iria ainda gostar dela, se ainda a acharia bonita, especial...
Ele tinha medo que ela tivesse conhecido alguém e que o recebesse apenas como amigo e nada mais.
Naquela tarde no aeroporto, quando ela o viu o seu coração bateu como nunca, parecia que ia sair da caixa.
"Olá, habibi! Estás linda! Tive tantas saudades tuas!"
Estas foram as palavras mais bonitas que ela podia ouvir.

Passaram-se semanas de muita cumplicidade, amor, paixão, descoberta...Desta vez era ela quem lhe apresentava o seu país, momentos únicos...
Mas infelizmente, há sempre algo que atrapalha a felicidade de quem ama. Não tardou, o patrão ligou a pedir-lhe que voltasse, ele perante a incerteza de encontrar emprego naquela país estranho e risco de perder o seu emprego, teve que voltar...
Os dois meses, reduziram-se a 3 semanas...
Naquela última noite, os dois enamorados adormeceram agarrados um ao outro com a força de um mundo que eles não queriam deixar.
No caminho para o autocarro que o levaria ao aeroporto, choravam os dois perdidamente...
Quando chegou a hora do adeus, ela agarrou-se a ele para não o deixar ir, com medo que aquele fosse a última vez que sentia o calor do seu corpo.
"Eu volto!"... disse ele antes de partir, com os seus lindos olhos verdes cheios de lágrimas... "Eu volto!"...

25 comentários:

Zabour disse...

Amigos:
Aki termino o relato da minha história de amor.
Acreditem k me fez muito bem partilhá-la convosco...
Infelizmente, não sei se vai haver continuação, apenas posso rezar k um dia possa voltar a ser tão feliz como fui nesta linda história k a partir de agora ficará tb no vosso pensamento.

Salam aleikum a todos vós, meus habibis...

Minhoca disse...

E foi lindaaaa, o que viveste ja ninguem te pode tirar, espero que n seja o fim desta historia, e que ainda aqui venha partilhar o resto desta tua historia.

Um grande beijinho

Zabour disse...

Minhoca:
Eu tb espero não ser este o último episódio da minha história.
Pelo menos vou fazer por isso.
Obrigada por acompanhares.

Beijinhos

dejalo que va lejos disse...

Leio e sinto... apesar da longa distância, não é um amor passageiro, é um amor sentido...

Beijinhos e um bom fim de semana
Até breve

Marisa disse...

É bom sentir-te feliz e ao mesmo tempo mais leve. Precisavas de te soltar e fizeste-o de uma forma esmagadoramente apaixonante.
Beijo em ti, linda.

Zabour disse...

Dejalo:
Sentes???Ai, miga, ainda bem, porque há dias k preciso msm k alguém me diga isso. Este é um deles.
Obrigada!

Beijinhos e bfs

Zabour disse...

Marisa:
Sim , sinto-me muito mais leve, isso podes ter a certeza.
Mas ao msm tempo triste por não o ter aqui comigo.
Hoje foi um dia muito difícil, há decisões na vida que precisam ser tomadas e um colinho é sempre uma grande ajuda.

Beijo grande, amiga

Capriccio disse...

Só li o "Amor com data marcada IV" e fiquei arrepiada, pensei que estiveses a contar uma história inventada, mas, venho a descobrir que estavas a relatar a tua vida real. Minha querida, esses momentos de felicidade ninguém te os tira, são teus para sempre.
Beijinhos e um abraço apertado :)

Rafeiro Perfumado disse...

Se ele se esquecer de voltar, podes sempre denunciá-lo aos americanos, ouvi dizer que a CIA tem uns métodos porreiros para avivar a memória.

Beijo!

pieces of me (Luna) disse...

Sim...eu sei que sou lamexas..e bla bla bla.. essas crikisses todas.. mas tenho que o dizer:
Estou a chorar...é lindo...lindo...lindo...
Lindo simplesmente.. desculpa..nao me sai mais nada...

Ovinho Estrela(do) disse...

Oh Luna, empresta-me aí um lencinho dos teus...

Minha cara colega... Este último post cortou-me a alma...

Comecei a ler desde o início, só comento aqui. Prefri esperar pelo último post.

Digo-te que previa este final...
Previa...

Tinha tanto para te escrever...

Mas não.

Deixo-te um abraço.

Adenda: Há anos, li num livro cujo nome e autor não me ocorrem agora, que não devemos ficar tristes porque o amor da nossa vida não está connosco. é que, provavelmente, nós também estamos com o amor da vida de alguém.

Não que concorde, mas parece que para algumas pessoas o Amor é este (re)verso.

Um abraço.

*

Lita disse...

LIndo... estou sem palavras!
A tua história é deslumbrante, ainda que nem mais um segundo dela existisse, valeria completamente a pena! Mas não é o fim!!! :)

Virás aqui muitas e muitas vezes, dizer o quanto estás feliz, o quanto és amada. Porque existem amores que são assim... parabéns por o teres identifocado!
Um beijo grande.

Zabour disse...

Capriccio:
Sim, é do género de uma novela da vida real, pk às vezes parecia-me k tinha sonhado e tinha k me beliscar e dizer em voz alta "É verdade, isto está a acontecer!"

Obrigada pelo abraço, nem imaginas cm me estava a fazer falta.

Beijo grande

Zabour disse...

Rauf:
A sério? Epá, será k isso tb dá para todo de situações?
Só tu para me fazeres rir.

Beijo grande, migo

Zabour disse...

Luna:
Já te saiu mais k suficiente, linda...

Obrigada por sentires...

Beijinhos lunares

Zabour disse...

Ovinho:
Obrigada pelas bonitas palavras...
Eu fiquei sem saber o k dizer...

Beijo grande

Zabour disse...

Lita:
Obrigada eu por me dares coragem...
Hoje estou assim um bocadinho melancólica...sem palavras alegres para dizer...por isso prefiro dar só mts bjs...

Beijinho grande

Linda disse...

Zabour,
Agora arrepiei, andava a seguir e pensei que seria apenas uma história, mas não... é sim uma bela historia de amor real.
Espero que seja uma daquelas historias com final feliz!
Vive com os belos momentos que viveste, isso ninguém te tira, é muito teu.
beijinhos

Linda

Zabour disse...

Linda:
Pois é, é uma história realíssima, com aventuras e desventuras...faltou-me porém falar nos amigos k me apoiaram e deram força para não desisitir nunca...a eles o meu muito obrigado, eles sabem quem são.
Os outros k me disseram para desistir ao 1ºtropeço, só tenho a dizer-vos k ainda bem k não vos liguei ;O)pk independentemente desta história ter continuação ou não, fui mt feliz, e isso ninguém me tira.

Linda, obrigada pelo apoio.

Bjo grande

Sayuri disse...

Zabour, que bela história de Amor! Irá haver próximos episódios! Mas mesmo que não os houvesse, já teria valido a pena! :)

Zabour disse...

Sayuri:
Espero msm k assim seja.

Beijokas e bom Dia da Mulher

Anjo De Cor disse...

Não sei porque mas acabei a chorrar, é muito bonita a tua história ;)
Espero que um dia possam ficar juntos.
Bjs amiga ;)

Zabour disse...

Anjo:
Não chores, a menos que seja de alegria...

Bjs, meu anjo

Van disse...

:)))) linda, a historia :))) ele vai voltar, vais ver... :))))

Zabour disse...

Van:
Espero k sim...

Beijinhos , linda!