sábado, 20 de setembro de 2008

Sombras



Hoje, uma colega de quem gosto muito perdeu alguém muito especial, alguém com quem partilhou grande parte da sua vida.
Nestas alturas vem-me sempre à cabeça uma frase de Agostinho da Silva "sofremos muito com a morte porque a única experiência que temos dela é a dor da perda de alguém".
Nandinha, minha querida, apesar de não haver certezas de nada tenho a certeza que nesta altura ele estará bem melhor, sem dor, sem sofrimento...

Força, querida, esta é para ti!Um beijo grande!

27 comentários:

D.Antónia Ferreirinha disse...

Zabour, mas custa tanto ver alguem partir para sempre.
Beijinho em ti e força para a tua amiga.
:-))))))

Zabour disse...

D.Antónia:
Eu sei, infelizmente todos mais cedo ou mais tarde iremos passar por isso.
Todos dizem que passado algum tempo a dor dá lugar à saudade, mas a saudade também custa muito a suportar.

Beijinhos

GANDALF disse...

Minha linda,é um dos momentos com que nunca soube lidar,porque tudo o que se possa dizer,não consegue minorar o sofrimento de quem perde alguem que ama.
Espero que a companhia e o apoio a façam ter a coragem necessaria para aceitar e ultrapassar essa perca.

beijos

dejalo que va lejos disse...

Infelizmente também já passei por isso... Ficam as saudades, as saudades que nunca morrem.

Beijos e abraços calorosos

Zabour disse...

Gandalf.
Eu tenho um certo trauma com este tipo de situações. O meu avô paterno morreu tinha eu 5 anitos.Antes de colocarem o caixão na cova abriram-no e fizeram-me dar -lhe um beijo.Alentejo, anos 70, era tradição. Nem sei como é que hoje não preciso de psicólogo, mas olha que não foi fácil ultrapassar aquele momento.Durante semanas acordava de noite aos gritos.
Enfim...desde então só vou a funerais se for "obrigada".

Beijinho grande

Zabour disse...

Dejalo:
Ainda bem que as saudades não morrem, é sinal que quem partiu era especial.

Beijo grande

Taw disse...

eita... é difícil imaginar... suponho que quando alguém passa um determinado tempo conosco e alguns bocados é quase um pouco de nós...

Que vc ajude a sua amiga nesse momento da melhor forma...

Claudia disse...

Eu perdi meu pai a pouco tempo...A dor ainda nao amenizou.Minha vida que caiu por terra ainda nao consigo reconstruir.
Sorrimos pq precisamos.Agimos normalmente lah fora pq precisamos.Soh nosso travesseiro sabe o quanto choramos.
A cura pro sentimento de perca cada um tem o seu...cada um com seu tempo...
nao adianta as pessoas ficarem ao lado dizendo isso ou aquilo,fazendo recomendacoes ou dizendo que entende.
Acredito que o que precisamos,somente,eh sentir a presença de bons amigos como vc,zabour,sentir que nao fomos abandonados(as) por mais uma pessoa....

Soh o tempo.....pra curar....ou amenizar a dor da perca.

um beijinho
bom final de semana

Sorrisos em Alta disse...

Acredito que a dor dela seja bem menor, por ter uma amiga como tu!
Bonito!

Um sorriso

Annie disse...

Perder alguem realmente custa muito, a tua amiga deve estar a precisar muito de apoio, e nada melhor que os amigos para isso. :)

Anjo De Cor disse...

Perder alguém é sempre complicado, gerir aquel sentimento de tristeza, dor e saudade, mais complicado ainda é... mas com o tempo e ajuda dos amigos, familia tudo fica mais leve e menos azedo ;)
Um Grande Beijinho e Força para a tua amiga, creio que esta precisar ;)
Sónia

Zabour disse...

Taw:
Sim , é mesmo muito difícil.
Parece que nos arrancaram uma parte de nós.

Beijinhos e obrigada pela visita

Zabour disse...

Cláudia:
Sim, concordo contigo. Por mais que as outras pessoas tentem ajudar a amenizar a dor nada faz com que ela passe. Só o tempo alivia um bocadinho.

Beijinho grande

Zabour disse...

Sorrisos:
Obrigada...:)

Um beijinho do tamanho do teu sorriso

Zabour disse...

Annie:
Sim, penso que os amigos são essenciais nesta fase, aliás, em todas as fases da vida.

Beijinho

P.S. Vi que és caloira, bom começo, vão começar os melhores anos da tua vida, aproveita-os ao máximo.

Zabour disse...

Anjo:
O pior de tudo é querer fazer algo para tentar diminuir a dor e não conseguir...

Beijinhos grande

Peregrina disse...

Quando alguém de quem gostamos nos deixa, custa sempre muito, principalmente porque ficamos com a sensação que não lhe dissemos tudo o que gostaríamos, e que agora é tarde demais.

Mas agora estará bem melhor sim. Num sítio mais bonito.

Força para ela também!

paula simoes disse...

olá Zabour

perder alguém doi muito e a saudade fica para sempre e a dor não é menor, mas aprendemos a lidar com a situação se nos mentalizarmo-nos que aonde quer que estejam estão bem e estão sempre a olhar por nós eu perdi a minha querida Mãe á seis anos e mantanho-a viva no meu coração e isso tem-me ajudado e muito
a ajuda dos amigos é fundamental
Força para si e para a sua amiga que se agarre a algo não se deixe ir a baixo

beijinhos do tamanho do Mundo

Zabour disse...

Peregrina:
Eu também gosto de acreditar que assim é.

Beijinho

Zabour disse...

Paula:
Felizmente ainda tenho a minha mãe comigo. Espero poder tê-la por muitos mais anos. Não consigo pensar na minha vida sem ela.

Beijinho grande

Sorrisos em Alta disse...

Um beijo tão pequeno????
É que eu sou como o Cavaco, nunca sorrio...
;o)))

Um abraço forte!

E um sorrisão de apoio

Van disse...

=( oh...sinto muito pela tua amiga... =(

Mas, no meio da tristeza, a alegria de ter uma amiga como tu por perto.

Beijinho e força

Camila Colossi disse...

:)hehee
se cuiida

bejooo

Zabour disse...

Van:
Obrigada pelo carinho.

Bjinho grande

Zabour disse...

Camila:
Eu bem tento...

Bj

Carecaloira disse...

Nestas alturas nunca sei o que dizer.
A perda de alguém é uma dor interminável e com o passar dos tempos é uma saudade inexplicável.
Força para a tua amiga.

Beijinho grande
MArina

PS. Porquê Figueira da Foz? Moras aí?
Eu sou metade dessa terra, a minha infância e adolescência foram aí passadas. Que saudades me fizeste agora ter...

Zabour disse...

Carecaloira:

Sim , vivo na Figueira há quase 10 anos, mas desde muito pequena que cá vinha passar férias.É a minha cidade de eleição.

Bj grande