quarta-feira, 23 de julho de 2008

Momentos...

Há momentos na nossa vida que queremos estar sós...Há outros em que damos tudo para ter alguém com quem partilhar certos momentos que levamos no pensamento.
Hoje decidi partilhar um momento de um passado não muito longínquo.

Senti necessidade de o fazer, foi como se assim pudesse também partilhar as sensações, os sentimentos, os cheiros...
Só não partilhei contigo C, porque felizmente estavas de corpo e alma a partilhar aqueles momentos mágicos comigo...Achei que não precisava de te relembrar aquele fim de tarde...acho quem lá estava jamais irá esquecer, não concordas?

Hoje sinto-me particularmente enojada...com tudo...
É uma sensação que experimento pela primeira vez, pelo menos que me recorde...Sinto nojo da saudade, da traição, da desonestidade, da mentira, da desilusão...
Sinto vontade de partir, seguir em frente sem olhar para trás...Esta sensação já venho a sentir há algum tempo...

Toda a minha vida tenho colocado os outros em primeiro lugar, que me recorde, só me coloquei à frente da fila uma única vez, à pouco tempo...
Sabes que mais? Foi bom ter sido egoísta...pensar em mim, em mais ninguém para poder ser feliz!Se menti, se omiti, nada disso importa...Eu quis ser FELIZ...E embora agora agonize de saudade, de dor no coração, de lágrimas que teimam em cair sem parar...Valeu a pena e como diz o poeta "Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena".

É que eu e a minha alma temos uma simbiose única. Simples, sincera e frontal...Sentida, perdida e imortal...

4 comentários:

pieces of me (Luna) disse...

"É feita de mentiras.. mentiras atrás de mentiras que me conto apenas a mim mesma... dado que não sou capaz de mentir a qualquer outra pessoa faço-o a mim mesma.... talvez seja mesmo este o problema... não sendo capaz de magoar os outros faz com que me magoe a mim... e pensando bem, sempre foi assim...não sei porque é que algum dia pensei que iria mudar... E assim é...e sempre foi... abdicar de mim mesma por outro... anular a minha vida...sobrepor outras..."

Às vezes precisamos mesmo de sobrepor-nos... tratar de nos...mimarmo-nos, e darmo-nos ao direito de gritar de berrar, de chorar, de sorrir, de sair, de dançar como se nao ouvesse amanha, e de nos atirarmos ao mar, de beijar alguem... sei la, tanta coisa...precisamos de ser nós mesmas... o texto k te trago é um excerto de mim, do qual o teu texto me fez lembrar...
Tás mo teu direito, alias, se me permites, estás no nosso direito!
bizu

Zabour disse...

Luna:
Gostei tanto do teu comentário que me vieram as lágrimas aos olhos.
Sinto que vai ser o início de uma bela amizade. Obrigada pelo teu apoio.

Bjs :)

P.S.Qd fizeres 1 coment clica no quadradinho em baixo para poderes receber no teu mail as respostas ao teu coment, caso não saibas claro. Mil bjs

pieces of me (Luna) disse...

Não foi nada premeditado ou demasiado pensado... foi apenas um desabafo... um bocado de mim que achei parecido com um bocado de ti... Mesmo assim nao consegui expressar tudo o que sentia... ás vezes sinto que as palavras nao chegam para descrever akilo k sentimos...o que me deixa intrigada, in-explicita (axu k acabei de inventar uma palavra...) mas acho que percebeste o que quis dizer...
Surpreendeste-me com a resposta ao meu comentario.. nao pensei que fosses gostr tanto... obrigada...sinto-me lisongeada! bijinhu

Zabour disse...

Luna:
Adorei a palavra...Acredita que te percebo muito bem...
Não tens nada que agradecer, eu sou assim tenho o coração na boca e quando sinto alguma coisa tenho que a dizer, para o bem ou para o mal...

Bjokas