domingo, 24 de maio de 2009

Que sorte macabra...


Ontem passei a noite no hospital. Olhem a minha sorte...

Uma pessoa que há anos não me fala ou melhor a quem eu não falo por me ter dito algo muito desagradável., lembrou-se de mim depois de ter tido um acidente.

Eu dou muita importância às palavras, sempre dei, por isso quando alguém se acha no direito de me maltratar eu corto o mal pela raiz, faz parte do meu instinto de sobrevivência, do meu mau feitio, se lhe quiserem chamar assim...

Tantos anos depois, de quem é o nº de telemóvel que se lembram de contactar? Pois, o meu...

Digam lá que não é sorte macabra...bolas...

.

Vou ali jogar no euro milhões, volto já, ok?Com esta sorte ainda acerto nos números e a máquina não regista o papelito por estar avariada,rsrsrsrs...

.

Beijinhos

22 comentários:

ianita disse...

Pois... é nos momentos difíceis que as pessoas se lembram de quem esteve verdadeiramente por elas... as pessoas não deveriam esperar que depois de nos tratarem mal iremos sempre estar por elas... mas esperam... e a verdade é que, depois de tudo, tu foste passar a noite no hospital.

Mau feitio o tanas! Tens um coração de manteiga... cortas pela raiz e afins, mas na hora da verdade não consegues virar as costas.

E por mais pessoas que se aproveitem, não deixes de ser assim... porque pelo meio vais encontrando quem mereça.

Kisses

Zabour disse...

Ianita:
Bolas, tanto elogio não sei se mereço...
Há alturas que me apetece pagar com a mesma moeda o mal que me fazem, mas passa-me logo com alguma rapidez, não consigo alimentar sentimentos de ódio. Muitas vezes acabo por pensar...e se tivesse sido mais benevolente...se tivesses sido menos impulsiva...talvez...
Mas tb sangro, e muito, e por isso às vezes preciso fazer cortes para parar de me magoar. Aqui há tempos fui obrigada a cortar com uma amiga, ela era demasiado exigente e eu cansei-me de dar e não receber nada em troca. Algumas pessoas acharam que eu tinha feito mal, mas foi a mim que magoaram, foi o meu sangue que correu, foram as minhas lágrimas que não consegui segurar.Hoje ainda tenho saudades dela, mas agarro-me, mordo-me para não a contactar, porque a ferida ainda está demasiado aberta.Mas tenho pena, porque aparaceu na minha vida numa altura mágica e isso por mais que o tempo passe nada vai alterar. Os maus momentos que vieram depois, não contam.

Agora esta do acidente, já me desejou a morte,sim, a morte...podes imaginar isso?

Já me alonguei...e ontem foi a mim que recorreu...intrigante nao minimo, não achas?

Beijinhos

Linda disse...

De certeza que quando te desejou a morte falou por falar, porque afinal quando ficou mal a quem recorreu?! A ti que deverias estar morta!
Todos nós temos o direito de ficar magoados e é pena que ninguém se lembre disso!
Agora também acho uma coisa, essa pessoa não deve ser muito boa, porque afinal teve que recorrer a quem ? a ti... não tinha mais ninguém ou então valeu-se disso para de certa forma fazerem as pazes quem sabe!
Não deixes de ser assim...
Beijinhos

CarlaSofia disse...

há coisas que nos acontecem que só muito mais tarde entendemos porquê. Talvez um dia percebas qual foi o significado disto tudo.
beijinhos e boa semana, adoro vir aqui

Parisiense disse...

Tenho uma amiga que lhe aconteceu o mesmo, ou seja o namorada disse-lhe trinta por uma linha, e acabou o namoro e quando teve um acidente foi a ela que ligou e foi ela que o foi socorrer...ahahahah

Há gente que não tem mesmo amigos e depois recorre a quem tem coração de manteiga...foi o que te aconteceu.

Mas nunca te arrependas de fazer o bem....e essas pessoas acabam sempre por ter o que merecem....a vida encarrega-se disso.

Beijokitas

Fernanda! disse...

E que bom que essa pessoa tem vc pra contar quando precisar.

Nobre da sua parte ter ido la ficar ela.

Bjos e tem presentinho la no Brisa Felz!

Kim disse...

Zabour! Zabour! Zabour!
Não percas nunca a tua personalidade mas lembra-te sempre quão curta é a vida.
Não há tempo para ódios. Se tiveres de voltar ao princípio fá-lo. Sentir-te-ás melhor contigo e isso é que conta.
E às vezes - os grandes amores começam pelo ódio.
Beijinhos amiga

Zabour disse...

Linda:
Se queres que te diga, é uma pessoa terrível. De certa forma até me senti aliviada por ter cortado relações com ela, porque não consigo pactuar com maldades. Mas não consegui virar costas, talvez devesse...mas sou assim...

Beijinhos

Zabour disse...

Carla:
Eu sou da opinião que tudoa contece por um motivo. Se calhar foi alguém a testar-me lá em cima, sei lá...
Eu adoro ter-te por aqui... :O)

Beijinhos

Zabour disse...

Parisiense:
Isso dos namorados tb já me aconteceu, aliás, acho k já tudo me aconteceu na vida ...

Este coração de manteiga por vezes irrita-me, faz de mim alguém muito frágil e fácil, eu não gosto disso...arruina a minha reputação de escorpião ;O)

Beijinhos

Zabour disse...

Fernanada:
Foi uma situação extrema, as palavras ainda fazem eco na minha cabeça, foi duro demais. Há pessoas muito más...muito mesmo...

Já peguei...


Beijinhos de luz

Zabour disse...

Kim:
Tens toda a razão, não é à toa que a vida é um ciclo, permite-nos analisar e procurar ser sempre melhores de dia para dia, pena nem todos terem consciência disso.

Beijinhos

Anjo De Cor disse...

tenho a mesma reacção que tu quando alguém me maltrata com palavras... acho que acaba por ser a atitude mais acertada ;)
Bjs*

Hannah disse...

Todos nós temos essas "marés" de vez em quando...
Tenta ser positiva o máximo que conseguires :)

Vai ver o filme, aposto que te vai animar ;)

Jokinhas linda

Zabour disse...

Anjo:
Só é pena o coração icar tão ferido, não achas?

Beijo grande, linda

Zabour disse...

Hannah:
Aposto que vou sonhar com o filme uma semana inteirinha, ou melhor com o protagonista,rsrsrs...de certeza que vou ficar mt melhor ;O)

Beijinhos

Eu Mesma! disse...

Ai credo....
o karma é macabro mesmo!

Inês Brito disse...

É uma situação ingrata :S

Bj,
(i)

Minhoca disse...

Bem mas ficaste a saber que es importante para essa pessoa :)

Zabour disse...

Eu mesma:
Eu tb acho :O(

Bjs

Zabour disse...

Inês:
Põe ingrato nisso...bolas


Beijinhos

Zabour disse...

Minhoca:
Não sei se isso é bom, achas k é bom ter o Diabo como amigo?

Beijinhos