quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Os amigos...essas estrelas...



"Os amigos são como as estrelas,
podemos nem sempre vê-los,
mas sabemos que estão sempre lá!"

Por isso, desculpem se não vos tenho visitado com a frequência que gostaria, mas a ministra está a dar cabo de mim.

Beijinhos grandes a todos e um abracinho quentinho nesta noite fria de Outono que mais parece Inverno!

8 comentários:

Gata Verde disse...

Olá estrelinha!!!

Quem me dera andar sempre no lareu...hehehehe!
Também conheço o outro e está muito mais conservado. São imponentes!

Beijocas e não te enerves demasiado com a dita senhora ;)

Zabour disse...

Gata:
Olha e duas...É o k mais me dá prazer são as minhas viagens...

A outra parva não merece que ninguém perca o sono por ela..

Bjokas

GANDALF disse...

Mesmo quando não sei de ti,sei que estas presente,é esse o meu maior bem,a amizade que soubemos criar.

beijinhos bons

P.S.deixa estar que a ministra esta quase de malas feitas,para ir d eferias,lool

Parisiense disse...

Oh tempo que eu não ouvia esta canção......

Queres vir comigo a Paris.....sempre esqueces a tua ministra por uns 10 diazitos....

E não te enerves que nós cá ficamos sempre a tua espera...

Beijokitas

Zabour disse...

Gandalf:
Pois é, e até tens saudades do meu mau feitio,eh,eh,eh...

Beijinho grande

Zabour disse...

Parisiense:
K INVEJA!!!!!!!
Isso não se faz!Ught...
Agora fikei chateada, pois fikei!;O)
Diverte-te, linda!

Bj grande

Eumesma disse...

Os que são mesmo amigos, nunca se esquecem de nós nem nós deles, por mais tempo que andemos afastados deles. :-)
E não deixes que essa malvada te dê cabo da cabeça, temso que valorizar as coisas boas da vida e relativizar as menos boas (sei que é um bocado de teoria, mas esforço-me por tentar passar á práctica...;-)

Bjs

P.S. E adoro a musiquinha que aki agora tens. :-)

Zabour disse...

Eumesma:
O problema é k ando tão cansada k até ver uma formiga à procura de comida me faz chorar. O cansaço deixa-me extremamente frágil e isso não me agrada. Quero dar mais atenção aos amigos, à família,passear, rir, relaxar...e o sentir que não consigo aflige-me.Ainda bem k a interrupção do Natal está quase aí, caso contrário acho k não conseguia nem andar...

Beijo grande